Fundo de Emergência – Uma estratégia financeira para os imprevistos da vida

Um fundo de emergência é como um seguro. Temos seguro de saúde para cobrir as emergências de saúde, temos seguro automóvel para cobrir acidentes de automóvel, e um fundo de emergência serve para emergências financeiras. 

Paga-se um valor adiantado pela tranquilidade de saber que quando a vida nos puxa o tapete, temos os recursos necessários para comprar um novo. 

O que é um fundo de emergência?

Um fundo de emergência é uma almofada que nos amortece as quedas da vida.  

Agora imagine como se sentiria se soubesse que tem uma conta bancária para emergências com dinheiro suficiente para viver confortavelmente durante 6 ou 12 meses? Que tipo de decisões e escolhas poderia fazer nesse caso? Que possibilidades teria?  

Quanto deve poupar para o fundo de emergência? 

Há vários aspetos a ter em conta. O primeiro passo é determinar o nosso valor base, ou seja, o valor de despesas mensal. A este valor base temos de somar o valor necessário para cobrir um possível período de tempo sem rendimento. Sabe mais aqui.

Como fazer um bom fundo de emergência? 

Este passo depende diretamente da pergunta anterior. E pode ser o mais difícil de começar se o valor a atingir parecer muito ambicioso e distante. Mas é possível. A HiSonia desafia-te a começar com uma estratégia de investimento com 5 passos simples: 

  1. Criar uma conta depósito a prazo sem despesas de manutenção.  
  2. Colocar de parte o suficiente para cobrir o primeiro mês de despesas. 
  3. Eliminar o desnecessário 
  4. Complementar o rendimento atual
  5. Continuar

E chegamos à última grande pergunta. 

Que questões deve fazer antes de utilizar o fundo de emergência?

Há três perguntas que ajudam a clarificar se de facto se trata de uma situação para usar o seu fundo de emergência ou não: 

  1. É absolutamente necessário utilizar o fundo de emergência?
  2. Trata-se de uma situação inesperada?
  3. É uma emergência? 

Se responder que não a uma destas perguntas, considere outras opções antes de recorrer a este pé-de-meia.

Fonte: HiSonia. Artigo completo aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este website usa cookies para oferecer uma melhor experiência de utilizador. Ao usar este portal, aceita todas as cookies.