Utiliza o teu carro sem preocupações

O carro é o meio de transporte mais utilizado por todas as famílias. Dá-nos a independência que precisamos para nos deslocarmos aonde quisermos. No entanto, é o que nos traz mais despesas.

Ao utilizarmos o carro temos que ter em conta as despesas com o combustível, estacionamento, o custo do seguro, a manutenção e o imposto. Se ainda o tiveres a pagar, acrescenta a prestação, debitada todos os meses.

Para o utilizares sem grandes preocupações, apresento-te alguns truques que podes usar. Vamos tentar aliviar o teu mês:

Utiliza o teu carro sem preocupações.
Utiliza o teu carro sem preocupações.

1. Abastecer

A altura em que abasteces é importante, por isso, se conseguires deve ser ou de manhã ou à noite. E porquê? Por causa das temperaturas mais baixas. O combustível fica mais denso e pões mais, por menos.

Um outro truque para poupar é não pressionar a pistola, mas sim, pressionar ligeiramente até meio para evitar que a maioria do vapor entre no depósito. E, se pressionares com muita força o combustível sai tipo jato e não maximizas.

Aproveita, também, os descontos dos supermercados que têm acordos com redes de combustível. Assim poupas quando compras e quando atestas.

Lembra-te de que é bom para o teu carro que o abasteças regularmente, porque se deixares chegar à reserva, absorve impurezas que fazem mal ao motor.

2. Deslocações

Quando decides sair deves antecipar o melhor caminho. Por isso, no dia anterior planeia uma rota mais direta, sem grandes desvios ou trânsito.

Sabias que o tipo de piso aumenta o consumo de combustível. Estrada de terra batida leva-te a gastar mais, mesmo que seja igual em termos de distância num percurso por asfalto.

Um outro pormenor a ter em conta é as idas ao supermercado. Escolhe horas em que não tenhas de ficar em filas com o carro a trabalhar. E se não fores comprar grandes quantidades, aproveita para ires a um supermercado perto de ti a pé ou de bicicleta.

 

Os fins-de-semana são outro motivo para nos tirar de casa. Mas deslocamentos acima dos 50 quilómetros vão pesar no orçamento. Escolhe passar bons momentos mais perto de casa, assim não passas o dia na estrada, mas sim a relaxar, por exemplo, num jardim.

3. Condução

Parecendo que não, a condução faz toda a diferença no consumo do combustível. Vou dar-te algumas exemplos:

  • Acelerar: Acelerações bruscas fazem com que o carro consuma mais do que se se deslocar a uma velocidade mais razoável (dentro dos limites da velocidade). É preciso ter em atenção que acelerar vai condicionar outros fatores como desgastar mais os pneus, a embraiagem, os amortecedores e o motor;
  • Verificar a pressão dos pneus: Parece mentira mas a pressão dos pneus é muito importante para a poupança do combustível, pois diminui a sua performance. Conduzir com os pneus abaixo da pressão desgasta-os e todos nós sabemos que a sua substituição é cara. Por isso deves rentabilizar. Para saberes a pressão correta, consulta o manual do carro;
  • Travar com o motor: Nem sempre é preciso travagens repentinas, se tirares o pé do acelerador o carro começa a travar. Diminui a velocidade para que possas imobilizar o carro, por exemplo, quando chegas ao semáforo;
  • Utilizar as mudanças: O carro sempre que possível deve ter a mudança mais alta para poupar combustível. A 40 quilómetros por hora, já podes ter a 4.ª mudança colocada. E é ideal arrancar sempre em primeira, mesmo que estejas numa descida, porque o motor já está a consumir e sem mudança consome mais.

4. Utilização exterior e interior do carro

Sabias que quanto mais peso tiver o carro, mais vais gastar? Por isso, tem em atenção a tua bagageira. Evita ter muito peso ou transportar equipamento desnecessário.

Com peso a mais o motor vai fazer um esforço adicional e durante as férias é normal ser anexado ao tejadilho uma mala. Aconselho-te a retirar quando não é necessária.

Aproveita e viaja com as janelas abertas quando vais a pouca velocidade, porque a alta velocidade é preferível o ar-condicionado para que o ar não entre no interior do carro. Torna o teu veículo mais aerodinâmico e não tenhas as janelas abertas em conjunto com o ar-condicionado.

Escolhe sempre uma opção dependendo da velocidade a que vais.

5. Manutenção

O carro deve ser cuidado com regularidade para que na altura da inspeção esteja em conformidade.

Uma má manutenção vai agravar problemas que se farão sentir a curto prazo, levando, por vezes, a enormes despesas.

Deves ter em atenção:

  • Alinhamento de rodas;
  • Filtro do ar;
  • Mudança de óleo;
  • Líquido de refrigeração;
  • Pressão dos pneus.

Estas são algumas das regras para uma boa manutenção, mas em caso de dúvida podes sempre questionar o teu mecânico. Não te esqueças de respeitar as revisões.

A curiosidade é o que nos mantém despertos para a criatividade. Por isso, existem muitas formas de poupar, só precisamos de ser criativos. Descobre como no artigo “Curiosidade: Um Ativo para a Vida”.

Faz boas viagens, sempre com a poupança em mente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este website usa cookies para oferecer uma melhor experiência de utilizador. Ao usar este portal, aceita todas as cookies.