Porque devemos olhar para o passado para preparar o futuro

Todos nós percebemos a importância de olhar para o passado para preparar o futuro. Estamos melhor preparados do que aqueles que não antecipam situações.

Pensamos no futuro e sabemos à partida do que vamos precisar para planearmos o caminho até lá. Aqueles que já partilharam a sua experiência são para nós um guia.

Olhar para o passado para preparar o futuro vai mudar a tua vida financeira
Olhar para o passado para preparar o futuro vai mudar a tua vida financeira

É o caso do Igor de Brito que teve um percurso complicado até alcançar a sua liberdade financeira. O Igor é um rato rico e disponibiliza-se para partilhar a sua jornada para que muitos de nós, também, consigamos.

Porque às vezes sabemos qual é o caminho, só não sabemos como lá chegar.

Sei que o ano está quase a terminar, mas vais mesmo deixar para trás esta oportunidade?

Explico-te porque não deves, pois é aqui que decides o que fazer com a tua vida financeira:

Olhar para o passado para preparar o futuro

Para quê pensar no futuro, se o presente está bom?

No futuro poderão surgir problemas que não antecipaste. A saúde, o desemprego, filhos, divórcio, mudança de carreira… nunca sabemos o amanhã.

A única forma de o proteger é prepará-lo com os meios que temos à disposição. Preparar para os tempos difíceis deve ser feito enquanto as coisas são fáceis. Dará a estabilidade de que precisas porque sabes que estás pronto se alguma coisa surgir.

Vivemos tempos incertos e o passado já provou isso. Basta relembrarmo-nos que a pandemia de Covid-19 não terminou, pois o vírus continua a produzir novas variantes. A guerra na Ucrânia continua ativa e as catástrofes climáticas são cada vez mais uma ameaça diária.

Ao olhar para o passado, é possível identificar padrões e tendências que podem indicar como certos eventos ou decisões podem acontecer no futuro.

Estes são a nossa resposta. Ainda tens dúvidas?

Todos os dias são iguais?

Cada vez mais ponderamos o nosso estilo de vida. Vimos a vida dos nossos avôs, vemos os nossos pais e queremos o melhor para nós e para a nossa família.

Queremos passar mais tempo com os filhos e trabalhar menos. Com a pandemia Covid-19 chegou o teletrabalho, agora muitas empresas falam da semana dos quatro dias e/ou do trabalho hibrido. Tudo pode estar ao nosso alcance se tivermos experiência de trabalho e conhecimento.

Se optarmos por investir no nosso conhecimento financeiro, torna-se mais fácil escolher a vida que queremos levar. Conseguimos tudo a que nos propomos, caso tenhamos o dinheiro para fazê-lo. Muitas pessoas já trabalham remotamente.

Agarras-te à tua rotina, mesmo estando infeliz.

A felicidade está na nossa zona de conforto?

Quando não planeamos, falhamos. Se não pensarmos em mudar, falhamos. Caso não tenhamos um objetivo, falhamos.

Muitos de nós queremos mudar, mas depois não fazemos nada por isso. Somos inativos nas nossas ações. Agarramo-nos à nossa zona de conforto e evitamos o que tanto queríamos.

Às vezes é medo da mudança ou medo do que nos dizem. Por exemplo, dizemos que queremos poupar e continuamos a comprar. Pensamos em investir, mas não estudamos ou aprofundamos o tema.

Não deixes para amanhã o que podes fazer hoje, já dizia o ditado. Um passo de cada vez leva-nos mais longe que dois passos seguidos.

Esperar pelo melhor, sentado e confortável?

Certas crenças podem impedir o teu sucesso financeiro, porque somos influenciados pelas nossas experiências.

Explorar e descobrir quais são as crenças e obstáculos que te limitam vão ajudar-te a entender porque tens certos comportamentos em relação ao dinheiro.

Tens de deixar o teu passado para crescer financeiramente.

Masterclass Sair da Corrida dos ratos

Na masterclass, o Igor de Brito, vai ensinar-te a perceber o passado para apostares no teu futuro. É gratuita, online e mostra-te porque financeiramente, continuas igual e sem evolução.

É conhecimento de alguém que já viveu de salário em salário para conseguir pagar as contas no final do mês. Que saiu de dívidas intermináveis e complicadas e que cometeu erros financeiros.

Mas o passado não define ninguém e só o propósito nos leva a procurar mais e a fazer melhor. É quando não se cruza os braços que encontramos a nossa primeira vitória.

Sai da corrida dos ratos e corre em direção à tua liberdade financeira.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este website usa cookies para oferecer uma melhor experiência de utilizador. Ao usar este portal, aceita todas as cookies.