Como poupar no conforto térmico: Estratégias para poupar na energia

O conforto térmico desempenha um papel importante numa casa eficiente, pois traz conforto, bem-estar e qualidade de vida. É possível poupar no conforto térmico e obter bons resultados.

Se souberes como podes poupar no conforto térmico, podes encontrar a qualidade de vida que não tens tido até agora para não gastar muito dinheiro
Se souberes como podes poupar no conforto térmico, podes encontrar a qualidade de vida que não tens tido até agora para não gastar muito dinheiro

Passamos muito tempo em casa e sentirmo-nos bem faz com que tenhamos mais saúde e, no caso de estarmos a trabalhar, mais produtividade. No entanto, sabemos que manter um ambiente confortável pode resultar em custos bastante significativos, especialmente quando se trata de consumo de energia.

Explora comigo várias estratégias para poupar no conforto térmico, permitindo que desfrutemos de ambientes agradáveis sem comprometer o orçamento familiar.

Menu do artigo

Estratégias para poupar no conforto térmico

As casas em Portugal são muito frias no inverno e muito quentes no verão não tendo nenhum tipo de conforto térmico. Viver assim é desconfortável.

Para ter uma habitação confortável tanto no inverno como no verão é preciso fazer consumo de mais energia e ter gastos extra. Torna-se complicado durante uma crise económica, onde o mercado está instável e é preciso ter cuidado com as despesas.

Isolamento eficiente

Investir em isolamento eficiente é reduzir os custos de aquecimento ou resfriamento. Claro que não é barato, mas se o fizeres, vais começar a poupar todos os anos, porque deixas de ter necessidade de recorrer aos aquecedores, radiadores, ventoinhas e sistemas de ar condicionado.

As janelas, portas e paredes devem estar devidamente isoladas para evitar a fuga de calor no inverno e a entrada excessiva de calor no verão. O isolamento não só mantém a temperatura interna mais estável, como também reduz a necessidade de uso constante de sistemas de aquecimento ou ar condicionado.

Com este artigo da Leroy Merlin vais perceber quais os materiais que serão necessários. Vais, também, ganhar uma maior noção do que queres e precisas mudar na tua casa.

Utilização estratégica da luz solar

A luz solar é uma fonte natural e gratuita de calor. Durante o inverno, abre as cortinas e persianas durante o dia para deixar a luz do sol aquecer naturalmente os espaços.

No verão, usa revestimentos de janelas que bloqueiem os raios solares diretos, mantendo os ambientes mais frescos. Esta abordagem simples vai diminuir o esforço sobre os sistemas de climatização que estejas a usar e, consequentemente, reduzir os custos de energia.

Controlo eficiente dos aparelhos de climatização

Ao utilizar sistemas de aquecimento ou ar condicionado, ajusta a temperatura para níveis confortáveis, entre 24ºC e 27ºC, mas evita os extremos. Cada grau a mais no termostato pode aumentar significativamente os custos.

Considera a instalação de termostatos programáveis, que ajustam automaticamente a temperatura com base em horários predefinidos. Além disso, mantém os aparelhos de climatização em bom estado, com filtros limpos e faz uma manutenção regular e preventiva para garantir a eficiência energética.

Tal como os nossos smartphones e computadores, também os aparelhos de climatização ficam obsoletos. Têm perda económica por não ter as possibilidades e eficiência dos atuais. Novas intervenções podem levar a grandes poupanças por ano.

Antes de ires dormir, por exemplo, no verão refresca um pouco o ambiente e no inverno aquece. Depois desliga o ar condicionado. Vais poupar, mas dormir de forma mais confortável.

Uso da ventilação

A ventilação adequada mantém um ambiente saudável.

Aproveita a ventilação natural sempre que possível, abrindo janelas e criando correntes de ar.

Durante o verão, utiliza ventoinhas para circular o ar, reduzindo a necessidade de ar condicionado. Nos meses mais frios, fecha as divisões para não existir fuga de calor.

Diferentes tipos de ventoinha

As ventoinhas que vemos nos tetos refrescam ou aquecem o ambiente dependendo do sentido em que giram e direcionam o ar. Se girarem no sentido do relógio, puxam o ar para cima e redistribuem o ar quente do texto.

No sentido contrário criam um fluxo de ar descente. Mas é mais comum ver ventoinhas de pé ou de chão. Se vierem equipadas com um sistema de nebulização vão humidificar o ar ambiente.

Um truque muito usado no verão é colocar uma tigela com gelo à frente da ventoinha para refrescar ainda mais a divisão.

Conclusão

Não sacrifiques o teu bem-estar, adota práticas sustentáveis e eficientes, caso não possas investir em conforto térmico.

Por outro lado, investir no conforto térmico aumenta o valor da habitação. Se houver qualidade de ar na casa, a presença de poluentes é reduzia e estes fazem mal a quem tem problemas respiratórios ou alergias.

Se a casa for eficiente e sustentável reduzes as emissões de carbono. Todas estas características fazem a diferença.

Cria um ambiente confortável sem comprometer o orçamento familiar e contribui para a preservação do meio ambiente. Procura soluções junto de empresas para que possas começar a poupar no conforto térmico. Este tipo de investimento, além de trazer mais poupança, garante que ganhas em qualidade de vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este website usa cookies para oferecer uma melhor experiência de utilizador. Ao usar este portal, aceita todas as cookies.