Quantas contas poupança deves ter

Quando pensas em contas poupança deves pensar nos teus objetivos financeiros. Começa com uma conta poupança, mas à medida que o teu dinheiro cresce tens de pensar em alternativas, principalmente de investimento.

As contas poupança devem ser feitas consoante os nossos objetivos financeiros
As contas poupança devem ser feitas consoante os nossos objetivos financeiros

Menu do artigo

Será necessário ter mais do que uma conta poupança?

É normal ter uma conta à ordem e uma conta poupança.

Esta conta poupança não deve ter manutenção e cartão de crédito. E, deve permitir colocar e retirar dinheiro. A ideia de ter uma conta que oferece rendimentos elevados é uma escolha inteligente para guardar o dinheiro.

Uma conta poupança de alto rendimento pode servir para múltiplos objetivos de curto prazo. Podes gerir de muitas formas. Acumulando as poupanças ou como fundo de emergência para despesas financeiras inesperadas.

Os casais, por exemplo, já terão mais contas. As suas contas pessoais e a conta de casal, com a de poupança e de, possivelmente, investimentos.

Depende dos teus objetivos financeiros

A tua conta poupança pode crescer consoante os teus objetivos financeiros. Na primeira fase estás focado em crescer o dinheiro, depois, quando já tiveres o teu fundo de emergência, podes pensar em:

  • Utilizar a poupança para objetivos financeiros de curto prazo;
  • Investir em diversos produtos financeiros.

Ter contas poupança separadas para diferentes metas financeiras pode ser uma estratégia se estás a pensar em comprar uma casa, ir de férias ou estudar.

A abertura de contas separadas pode ajudar a manter a organização. Possibilita um acompanhamento mais claro do progresso em direção a cada meta.

Sabes melhor do que ninguém como deves gerir as tuas poupanças
Sabes melhor do que ninguém como deves gerir as tuas poupanças

Dividir o dinheiro em contas poupança

Alguns bancos permitem a divisão do dinheiro, podendo dar um nome ou nikname à conta, segundo o objetivo desejado.

Gerir a tua poupança apenas com uma conta pode ser um desafio

É difícil saber quanto já acumulaste para cada objetivo específico. E se ainda estiveres a construir o teu fundo de emergência, por exemplo, mas ao mesmo tempo estás a tentar poupar para as férias do próximo ano é complicado determinar quanto dinheiro já poupaste para cada objetivo.

Assim, a abertura de mais de uma conta pode ser uma escolha vantajosa.

Quais são as metas financeiras?

Imagina que tens 6 meses do teu salário num fundo de emergência.

Podes investir algum desse dinheiro em produtos financeiros com o único objetivo de deixar o dinheiro seguro e a multiplicar.

Existem soluções com pouco rendimento, mas que são produtos onde o capital está seguro:

  • Depósitos a prazo;
  • Plano Poupança Reforma;
  • Certificados de aforro.

O restante do fundo de emergência, ficará disponível sempre que precises numa situação inesperada, como problemas de saúde, avaria com o automóvel ou desemprego.

O que quero dizer com esta informação é que deves ter as tuas metas financeiras bem cientes para poderes gerir as tuas contas, poupanças e investimentos.

Escolhas Estratégicas

A decisão de ter múltiplas contas poupança é uma escolha estratégica que varia conforme as tuas preferências individuais. Alguns preferem a simplicidade de gerir tudo numa única conta, enquanto outros apreciam a organização adicional oferecida pela abertura de contas separadas.

Por isso não existem regras, só tu podes determinar de quantas contas precisas. E de como vai ser a tua organização.

Mas como gerir mais do que uma conta?

A solução passa por colocares transferências automáticas. Desta forma, podes continuar a poupar sem perderes tempo a fazê-lo manualmente e não te vais esquecer. Basta definires qual a quantia que queres que seja transferida.

Vantagens e desvantagens de várias contas poupança

Vantagens

  • Vês mais facilmente quanto poupaste em cada conta e como está o progresso
  • Sabes qual a conta poupança que tem mais prioridade de crescimento
  • Tens várias contas poupança com diferentes objetivos financeiros e com transferência automática para nunca te esqueceres de lá colocar dinheiro todos os meses

Desvantagens

  • Tens de ter valores mínimos para abrir contas e/ou começar a pagar manutenção
  • Passas a ter mais informação para gerir, principalmente se for em bancos diferentes

Conclusão

A nossa vida evolui e o dinheiro, também. Ter o dinheiro parado numa conta poupança é o mesmo que não fazer nada por ele e pelo nosso futuro. A inflação desvaloriza o dinheiro.

E é por isso que é preciso que pegues no dinheiro que não precisas no imediato e que não seja para utilizar em caso de uma eventualidade e colocá-lo num investimento seguro para que ele possa multiplicar.

Caso precises de fazer mais do que uma conta poupança tens de analisar muito bem para que não percas dinheiro com manutenções.

As contas poupança são boas para dividirmos o nosso dinheiro por objetivos financeiros, principalmente, os de longo prazo. Juntar para comprar uma casa, investir na educação ou fazer uma viagem de sonho ao estrangeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este website usa cookies para oferecer uma melhor experiência de utilizador. Ao usar este portal, aceita todas as cookies.