5 razões para não apostar na sorte e investir

Deixar a nossa vida nas mãos do acaso pode ser viciante. Apostar na sorte, no euromilhões ou outras lotarias é, ainda, uma prioridade para os portugueses, mesmo quando sabem que é um mau investimento.

5 razões para não apostar na sorte e investir

Quem não se rende a histórias de quem já ganhou? É o sonho de qualquer jogador acordar de manhã e descobrir que ganhou o ‘super jackpot’. É a emoção de pegar na raspadinha e esperar que a sorte apareça.

Mas a dita sorte pode nunca aparecer, e por ano, sem nos apercebermos, foi gasto cerca de €450.

Apostar na sorte: é muito improvável que saia o prémio

Sabes que as hipóteses de ganhar não são positivas e que vais gastar dinheiro, sem obter resultados ou retorno do que gastaste e ainda, assim, jogas. Esta é uma verdade que todos os jogadores sabem, mas que nunca os impediu de jogar.

É uma realidade inquestionável e sem resposta. A verdade é que vamos sempre apostar porque gostamos de correr o risco, arriscar no que não conseguimos prever. Sabias que entre 1 em 18.043 temos mais probabilidade de sermos atingidos por um raio do que ganhar o euromilhões?

Sentimentos que despertam as apostas

1. Esperança

Ter esperança de ficar rico e de mudar as circunstâncias da vida.

2. Vencer

Obter a vitória. Ser um vencedor aos olhos dos outros e conseguir alcançar o impossível.

3. Sonhar

Sonhar com tudo o que seria possível fazer com o dinheiro. Realizar sonhos. Viajar. Mudar de casa, comprar um carro novo.

4. Resolução

A possibilidade de resolver todos os problemas. Pagar as dívidas. Ser livre.

Não apostes na sorte e investe

1. Aumenta o teu rendimento

Temos sempre medo de investir porque ficamos sempre presos à ideia de que é uma má decisão. E é verdade, é um risco. Mas depende onde vamos investir. Se queremos aumentar o nosso rendimento e não vê-lo baixar todos os meses, temos que investir ou podemos sempre procurar alternativas.

O investimento, por exemplo, em ações, traz mais-valias e dividendos para a tua carteira e, essencialmente, são outra fonte de rendimento.

2. Juros compostos

Se precisamos de provas de que os juros compostos são a solução para o crescimento do nosso dinheiro, basta conhecer a história do maior investidor norte-americado Warren Buffet que começou a investir aos 10 anos e aos 30 anos o seu património líquido já era de 9,3 milhões de dólares.

Warren Buffet conhece o mercado financeiro e sabe onde investir, mas é alguém que também sabe o significado de tempo e crescimento.

3. Investir o mais cedo possível

Quando somos mais jovens temos mais possibilidade de arriscar. Depois é normal procurar a estabilidade e ganhar algum receio por causa da família, filhos, trabalho e dívidas que se possa vir a contrair. Se não tiveres problemas com o risco vais ser mais audaz nos teus investimentos. Com o aumento do risco, as oportunidades são maiores.

4. Investir na reforma

Ao investires na reforma, por exemplo, através de produtos financeiros PPR vais beneficiar na altura do IRS. Esse dinheiro pode, depois, ser utilizado para reinvestir, colocar parte na tua poupança ou apostar num novo investimento, diversificando, assim, a tua carteira.

5. Investir pouco dinheiro

Não precisas de investir em grandes quantidades, podes investir pouco, mas regularmente. Como o mercado é irregular e existe a possibilidade de perda, investe em produtos de longo termo. Reduzes, significamente o risco e enfrentas mais facilmente os altos e baixos do mercado.

Ao investir em momentos diferentes, obtens um preço médio, beneficiando de um retorno estável.

Apostar pode não ser bom para a tua saúde

  • Adição ou dependência;
  • Persistência em jogar;
  • Problemas familiares;
  • Sentimento de culpa;
  • Não usufruir do dinheiro que ganha, mas gastá-lo logo em novas apostas.

Podes jogar no Euromilhões e por ano perderes cerca de 450€ ou podes, por tua iniciativa fazer com que o teu dinheiro cresça a partir de 2€. Investir não te vai trazer mudanças do dia para a noite, mas se fores paciente cresce mais rápido do que ganhas numa qualquer aposta.

E não nos podemos esquecer da inflação. A inflação baixa o poder de compra e retira valor ao dinheiro.

Não fiques parado a ver. Planta a tua árvore e ajuda-a a crescer.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este website usa cookies para oferecer uma melhor experiência de utilizador. Ao usar este portal, aceita todas as cookies.