Dicas para poupar no próximo ano

Todos os anos o objetivo é sempre fazer melhor que no ano anterior. E, por isso, decidi partilhar contigo dicas para poupar que nunca são de mais, não é?

Porque dicas para poupar nunca são demais. Vais começar a poupar mais no próximo ano?
Porque dicas para poupar nunca são demais. Vais começar a poupar mais no próximo ano?

Durante a pandemia as famílias portuguesas pouparam, mas após o fim da quarentena, o consumo voltou desenfreado. A inflação colocou um travão, mas já era tarde mais. A poupança tem vindo a baixar com a crise económica.

E o desemprego continua a ser uma preocupação. Desta forma, o fundo de emergência tem um papel fundamental nestas situações. Poderá sustentar a família num momento de desespero. É fácil perceber como a poupança é necessária, mas é compreensível que com todas as dificuldades e os salários baixos, seja difícil poupar.

Menu do artigo

Dicas para poupar: seguir à letrinha

Despesas desnecessárias

Todos os negócios, antes do ano terminar, preparam um orçamento para o próximo ano e eliminam despesas desnecessárias.

É o que tens de fazer para conseguir em 2024 poupar mais e gastar menos.

Deves eliminar tudo o que signifique consumo: restaurante, take away, lanches no café, beber café fora de casa, comprar roupa e calçado quando não precisas, planear muito bem as férias, a ida ao cabeleireiro, à esteticista, os presentes e as festas (aniversários, carnaval, páscoa, natal, réveillon).

Analisar se precisas de recorrer aos serviços de um ginásio, clube onde estejas inscrito e outras atividades sociais.

Deves repensar os serviços que tens em casa de televisão, telemóvel, entre outros. Renegocia com as operadoras, pede orçamento a outras e compara preços.

Faz o mesmo com os teus seguros e créditos junto de profissionais capazes e entendedores do assunto.

Objetos guardados

Por casa deves ter muitos objetos que já não utilizas. É normal ter alguma dificuldade em te desfazeres de algo em que gastaste dinheiro e manteres por culpa. Mas se não usas e o dinheiro foi gasto, está aqui a oportunidade de ganhares alguma coisa.

Vender produtos em segunda mão é uma forma de ir buscar valor a algo e não perder se simplesmente deitasses no lixo ou na reciclagem. Às vezes, outra opção é oferecer como presente, caso esteja em bom estado.

O que já não queres, outros precisam e dás uma nova vida.

Livros, roupa, música, cremes de corpo, decoração, entre outros, coloco à venda em sites como o OLX e Vinted. Faço dinheiro e fico de consciência tranquila ao saber que nada foi desperdiçado.

Poupanças seguras

Uma maneira de ter as poupanças seguras é investir em produtos de capital garantido, ou seja, sem risco.

Seja num depósito a prazo, Plano Poupança Reforma ou Certificado de Aforro o dinheiro que lá colocares ficará inacessível durante um período acordado. A poupança vai crescer e ficas sem a hipótese de o gastar.

É dinheiro que tens, mas, ao mesmo tempo, é como se não tivesses. Por vezes, para não cairmos nas armadilhas das compras impulsivas, temos de guardar o dinheiro de nós próprios.

Transferências agendadas

Poupar muitas vezes é um hábito de que esquecemos de colocar em prática, por diversas razões, como ter preguiça de fazer a transferência, demasiadas despesas, situações inesperadas, vontade de gastar dinheiro.

Mas se tiveres transferências agendadas torna-se mais fácil. Questiona o teu banco como funciona e se gostares da ideia é uma boa solução para poupares todos os meses.

É uma das dicas para poupar que mais dou, assim como poupar logo no início do mês. Se optares pelo final do mês o que acontece é que corres o risco de já não teres dinheiro para poupar.

Já deves ter ouvido dizer que o dinheiro é como água.

Muitas vezes guardas coisas por culpa, mas se já não utilizas porque não vender? Vender também é poupar

Dicas para poupar: maximizar as tuas poupanças

Se já estás numa fase em que poupar é para ti um super poder então está na hora de maximizar as tuas poupanças.

E tudo passa por ter três coisas:

  • Orçamento familiar;
  • Reavaliar objetivos financeiros;
  • Reforçar o fundo de emergência.

Ser um poupador significa ter sempre um orçamento familiar atualizado para poder tomar decisões, objetivos financeiros que te motivem e guardar dinheiro para um fundo de emergência.

O fundo de emergência – idealmente, deve ter o suficiente para cobrir as tuas despesas de três a seis meses, embora o valor não seja realista para muitas famílias, o mais importante é ir poupando.

Conclusão

Poupar é um hábito. Uma tarefa árdua. Um bicho de sete cabeças. Tu é que escolhes o que significa poupar, mas a realidade é que é uma boia de salvação e, ao mesmo tempo, permite que tenhas o melhor que a vida te oferece.

À medida que fores poupando vais perceber o quanto melhora o teu dia a dia. Sentes-te mais seguro, tranquilo e aliviado. Se acontecer alguma coisa sabes que podes enfrentar o problema, sem recorrer ao plafond do cartão de crédito e, assim, fazeres uma dívida.

Existem muitas dicas para poupar, mas a melhor é quando decides investigar de como podes fazê-lo, questionar para onde vai o teu dinheiro, como podes poupar com aquele serviço, aproveitar promoções e falar com profissionais da área dos seguros e créditos que vão ajudar-te a poupar.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este website usa cookies para oferecer uma melhor experiência de utilizador. Ao usar este portal, aceita todas as cookies.